blog

Filtre o conteúdo que deseja ler.

20/08/2020- Google Shopping

« Voltar à listagem

4 coisas que você precisa saber sobre o Google Shopping

 

 

Realizar compras online é uma oportunidade para que o público encontre os produtos que necessita com conforto, comodidade, mais praticidade e, acima de tudo, colocando-se diante de uma variedade de mercadorias e marcas que raramente estariam disponíveis nas lojas físicas.

Ainda assim, apesar das inúmeras vantagens que esta estratégia pode trazer para o consumidor, é importante compreender que esta revolução no mercado de vendas está extremamente atrelada ao e-commerce e aos diferentes marketplaces existentes no universo digital – o que faz com que seja objeto de interesse não apenas para os compradores, como também para os investidores que querem inserir-se de forma gradativa ou agressiva em tais plataformas.

Diante disso, o Google Ads e o Google Merchant Center desenvolveram, em conjunto, o Google Shopping, um ambiente que permite que as lojas de comércio eletrônico virtuais vendam seus produtos diretamente no Google – o maior site de buscas do mundo e o mais utilizado pelos brasileiros, com 94,31% de participações, de acordo com uma pesquisa realizada pela Serasa Experian.

Mas, afinal, o que você precisa saber sobre esta ferramenta ainda pouco explorada, porém extremamente importante para os diferentes negócios da atualidade? Entenda agora.


1. FACILITA AS COMPARAÇÕES

O Google Shopping funciona como uma espécie de site de comparação graças à tecnologia CSE (Comparison Shopping Engine), permitindo que o usuário navegue em produtos de mais de uma marca sem clicar e voltar nos resultados da pesquisa. Apesar de isso ser uma vantagem ímpar para o consumidor, esta também é uma estratégia fundamental a ser considerada pelo anunciante.

Afinal, uma vez que você possa comparar o seu bem ou serviço com o que seu concorrente direto tem feito, é possível estabelecer novas campanhas e maneiras de aproximar-se do público, estudando seus adversários e encontrando métodos de atrair os clientes que tem preferido tais empresas.


2. ANÚNCIOS COM FOTOS FAZEM MAIS SUCESSO

Digamos que o consumidor irá pesquisar por tênis no Google. Isso, provavelmente, gerará alguns resultados não apenas sobre o que é o produto, trazendo informações, como também abrirá uma aba de produtos similares, não é mesmo?

Contudo, embora isso possa ajudar alguns comerciantes a venderem e até auxilie a direcionar tráfego baseado em intenções, esta não é a melhor estratégia e o motivo é simples: porque os anúncios precisam de vários elementos que impulsionem as vendas no comércio eletrônico, como fotos, revisões de outros compradores, detalhes e outras descrições.

Logo, diante deste cenário, é possível conjecturar que, quando alguém pesquisa um produto, deseja ver uma imagem da mercadoria e, mais do que isso, imaginar como ficaria se a estivesse utilizando. Por isso, em vez de apenas apresentar um texto e algumas frases que instiguem o cliente, invista em imagens reais, inclua comentários e preços.

Estes pequenos detalhes, apesar de singelos, ajudam a aumentar as conversões, fazendo com que os anúncios tenham um desempenho melhor e, claro, gerem mais vendas!


3. POSSUI GRANDES CHANCES NO MERCADO BRASILEIRO

No varejo online dos Estados Unidos, os anúncios do Google Shopping representam 76,4% do varejo e recebem 85,3% de todos os cliques, como aponta uma pesquisa realizada pela Smart Insights.

Além disso, no Reino Unido, o valor despendido com a plataforma também corresponde a 82% dos gastos com publicidade no varejo, atraindo 87,9% dos cliques, um número similar ao americano.

Diante desta perspectiva e do quanto o comércio virtual tem se estabelecido (e se estabilizado) ao redor do mundo, a expectativa é que o mesmo ocorra no Brasil e que plataformas semelhantes, como os anúncios pagos no Instagram e Facebook, se equiparem à força que o Google Shopping tem internacionalmente.


4. FÁCIL IMPLEMENTAÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO

O Google Shopping é um modelo de publicidade em que os varejistas precisam pagar para serem apresentados nos resultados de pesquisa da plataforma. No entanto, estar presente nela é bem simples.

Basta configurar uma conta do Google Merchant Center, otimizar as imagens da mercadoria, inserir os dados, vincular sua conta do Google AdWords, criar uma campanha no Google Shopping, fazer seus lances e segmentar da melhor maneira possível. Acredite, não há mistério!


SAIBA MAIS

Nós somos uma agência de publicidade e desenvolvimento web. No entanto, nossos carros-chefe são o Marketing Digital e, claro, os sites institucionais e e-commerce. Por este motivo, somos mais do que gabaritados para auxiliar o seu negócio a desenvolver-se virtualmente, não apenas no Google, mas onde mais você desejar.

Logo, se você quiser saber mais, confira os projetos que já desenvolvemos no portfólio do nosso site e, acima de tudo, contate a nossa equipe para um orçamento. Você vai se surpreender!