blog

Filtre o conteúdo que deseja ler.

23/04/2020- Facebook

« Voltar à listagem

Algoritmo do Facebook: 3 coisas sobre ele que você precisa conhecer

 

 

Se você tem um perfil ou uma página no Facebook, com certeza, já ouviu falar em algoritmo. O algoritmo nada mais é do que um código de programação que se baseia nas preferências dos usuários para organizar o feed de notícias, definindo o que é relevante ou não a determinado público.

Quando surgiu, o Facebook tinha como objetivo precípuo conectar amigos e colegas de faculdade, de modo a permitir o compartilhamento de atividades do cotidiano. Ao longo do tempo, porém, a rede social se aperfeiçoou e passou a contar com novos recursos e funcionalidades. Entre eles, o algoritmo.

Essa ferramenta tornou-se uma excelente oportunidade, especialmente para as empresas, para alcançar tráfego qualificado e gerar leads (interessados ou potenciais clientes).

Pensando nisso, preparamos um artigo que explica como o algoritmo funciona e por que é imprescindível usá-lo a seu favor, seja em sua estratégia de marketing ou vendas, ou para melhorar a sua experiência com essa rede social.

Boa leitura!


3 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O ALGORITMO DO FACEBOOK

Agora que você já sabe o que é um algoritmo, é preciso compreender como ele funciona. Esse é O PRIMEIRO PASSO para obter sucesso com o código.

Diferente do que muitos pensam, o algoritmo do Facebook não se utiliza apenas do volume de curtidas, comentários e compartilhamentos para posicionar conteúdos em uma timeline. Ele considera também outros fatores – mais de 100.000! – para fazê-lo.

Além das métricas de vaidade, o recurso observa os seguintes aspectos:
• o que você curte;
• quais perfis e páginas você segue;
• que tipos de conteúdo você compartilha (imagens, vídeos, textos, etc.);
• com quem você se comunica e sobre o que comenta;
• quais postagens têm mais potencial de gerar interação.

OUTRO PONTO IMPORTANTE sobre o algoritmo é a frequência com que tais temas e conteúdos aparecem na tela principal do Facebook. 

Por exemplo: se você curtiu recentemente uma página ou a acessa periodicamente, a tendência é que essa apareça mais nas próximas horas em relação àquelas que não interessam tanto. O mesmo ocorre com perfis e anúncios.

É relevante destacar que O ALGORITMO DO FACEBOOK SE BASEIA, AINDA, em outros critérios para fazer o ranqueamento. Há uma ordem: postagens de familiares e amigos têm prioridade, assim como aquelas que podem garantir alto de engajamento. Conteúdos informativos e os voltados para o entretenimento também são valorizados.

No topo do feed, posts recentes precedem os mais antigos. E os conteúdos autênticos – aqueles capazes de comunicar a verdade aos internautas – são preferíveis aos spams, boatos e notícias sensacionalistas, quando identificados como tais.

Vale lembrar que é necessário investir em postagens e anúncios de qualidade para posicionar-se, de forma efetiva, no Facebook e conquistar novos seguidores. E isso pressupõe colocar em prática tudo aquilo que foi recomendado aqui, considerando sempre a audiência, os assuntos, o tipo de conteúdo, a frequência das postagens, entre outros fatores.


Gostou do artigo e deseja saber mais sobre o universo do marketing digital? Então, navegue pelo nosso site, conheça os nossos projetos, e solicite um orçamento!